Se o comunismo reinasse no mundo e a publicidade ainda conseguisse existir, a ordem seria: Se sabe que não vai dar certo, encontre algo que dê! Mas na comunidade egoísta e capitalista que vivemos, a coisa funciona mais no “vamos faturar em cima do cliente até ele perceber que não funciona, então sugerirmos anunciar em outro lugar”. Muito além de palavras jogadas ao vento, um post em um blog é uma maneira de compartilhar um estilo ou uma forma de pensamento, no caso do blog do site de uma empresa, o que está em jogo é o que a empresa pensa.

O blog é a maneira que a empresa compartilha sua forma de pensar, é nessa hora em que entra o departamento de marketing e uma boa agência de publicidade para responder: A empresa pensa em…? Respondendo esta pergunta, profissionais altamente qualificados vestem sua capa de ghost-writer e transformam o blog da empresa em uma excelente ferramenta repetidora de press-releases e um belo catálogo de supermercado. Para tornar o blog mais atraente e interativo, destacam um espaço para a última campanha veiculada na TV e incluem o feed do moderníssimo Twitter da @empresa, que consegue concentrar em 140 caracteres o título do último post e um link reduzido para ele. Esplêndido!

Se você possui uma empresa e sua agência sugeriu a fórmula mágica do parágrafo acima, parabéns! Seu blog será mais um entre tantos fracassos espalhados pela internet, esquecidos num menu de navegação do site da empresa somente para ocupar seu espaço e poder dizer para todos “acesse nosso blog, e fique para o café, vai ter bolo!”.

O blog da empresa deve conversar com o cliente final, gerando conteúdo instigante sobre a empresa para o mercado, e, se realmente for interessante, a imprensa pode até toma-lo como base para uma boa matéria. Blogs devem ter identidade, ser como o jornalzinho da empresa (house organ), porém não só para os funcionários.

Sabendo que o blog da sua empresa não é um lugar exclusivo para press-releases e também não é uma vitrine de loja virtual, a principal pergunta que deve ser respondida antes de investir em um blog para o site da sua empresa é: Conseguirei gerar conteúdo útil e original?

Mecanismos de buscas são devoradores de conteúdo, e os blogs que geram um conteúdo original recorrente são o alimento preferido para ferramentas como Google e Bing. Antes de investir em um blog para o site da sua empresa, pense se você conseguirá fazer atualizações constantes, com conteúdo útil e original sobre a sua empresa, sobre seus produtos, sobre seu ramo de negócio ou sobre um assunto correlato. Nessa hora vale de tudo: dicas de como usar seu produto, um momento de descontração dos funcionários da empresa ou um novo cliente que passou a usar seus serviços; O importante é que o conteúdo seja produzido para o blog, que tenha a identidade deste blog e que converse com o cliente final.

Gerar conteúdo é uma tendência e o seu blog pode ser um estorvo ou um investimento lucrativo em propaganda. Você só precisa de uma publicação semanal para sua a empresa já se destacar no mercado, tornar-se referência na área, interagir com o público-alvo e começar a reconhecer as preferências seu cliente final.

Independente do tamanho da sua empresa, se você estiver disposto a investir em um blog de qualidade e atende aos requisitos acima, um blog fortalecerá sua estratégia de marketing digital, além de ser um canal social exclusivo com seu cliente.

Anúncios